telefone(85) 4009.6300

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO EM MÁQUINAS DE COSTURA

OBJETIVO

Preparar profissionais com conhecimentos teóricos e práticos de Mecânico de Manutenção de Máquina de Costura para realizar manutenção preventiva e corretiva em máquinas de costura, adequando?as ao produto e material, visando a melhoria contínua da qualidade e produtividade, de acordo com as normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde.

PRÉ-REQUISITO

Para realizar a matrícula, o candidato deverá:
- ter no mínimo 18 anos completos;
- ter concluído o 6º ano do ensino fundamental;
- apresentar cópia e original dos documentos de: RG, CPF, comprovante de residência e de escolaridade.


Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

CONTEÚDO

1. Máquinas de costura reta ponto fixo 301:
1.1. Cabeçote de Base plana; 1.2. Bancada; 1.3. Definição; 1.4. Tipos: 1.4.1.1. Com regulagem de altura mecânica; 1.5. Elementos de fixação: 1.5.1 Parafusos; 1.5.2 Porcas; 1.5.3 Arruelas; 1.5.4 Pinos; 1.5.5 Anéis; 1.5.6. Elementos de transmissão: 1.5.7 Polia; 1.5.8. Correia; 1.5.9. Juntas de vedação 1.6. Mecanismo de Transporte: 1.6.1 Simples; 1.6.2 Duplo; 1.6.3 Triplo;1.7 Mecanismo de Lubrificação: 1.7.1. Manual; 1.7.2 Automático; 1.7.3 Semi-automático; 1.8 Formação de ponto fixo 301; 1.9 Códigos de agulha da máquina ponto fixo 301
2. Ferramentas:2.1. Tipos; 2.2. Chave de fenda; 2.3. Chave de boca fixa; 2.4. Chave de boca regulável; 2.5. Chave combinada; 2.6. Chave Allen; 2.7. Chave Phillips; 2.8. Chave de encaixe (canhão); 2.9. Alicates; 2.10. Martelo; 2.11 Toca pino; 2.12. Saca pino; 2.13. Saca polia; 2.14. Arco de Serra; 2.15. Jogo de Limas; 2.16. Furadeira e brocas; 2.17. Pinça; 2.18. Lanterna; 2.19. Lupa; 2.20. Punção; 2.21. Boas práticas no manuseio das ferramentas; 2.22. Conservação das ferramentas; 2.23 Limpeza; 2.24 Lubrificação
3. Manutenção em máquina de costura reta ponto fixo 301: 3.1. Definição; 3.2. Tipos; 3.3. Preventiva; 3.4. Corretiva; 3.5. Preditiva; 3.6. Regulagens de conjuntos; 3.7. Barra da agulha; 3.8. Calcador; 3.9. Eixo oscilante puxador da alimentação; 3.10. Eixo oscilante levantador da alimentação; 3.11. Bomba de óleo; 3.12. Lançadeira; 3.13. Tensor; 3.14. Excêntrico alimentador; 3.15. Embreagem do motor; 3.16. Desmontagem e montagem de mecanismos: 3.17.1. Formação de ponto (classe 100, 300, 400, 500, 600); 3.17.2. Transporte (classe 100, 300, 400, 500, 600); 3.18. Formação de ponto; 3.19. Transporte 3.20. Sistema de Lubrificação;
4. Princípios Físicos Aplicados ao acionamento de máquinas: 4.1. Eletricidade; 4.2. Corrente; 4.3. Tensão; 4.4. Resistência; 4.5. Potência; 4.6. Lei de Ohm; 4.7. Unidades de medida:; 4.8. Internacional; 4.9. Inglês;
5. Máquinas de costura: 5.1. Classificação quanto ao princípio de funcionamento; 5.2. Convencional; 5.3. Denominações comuns de máquinas; 5.4. Interloque; 5.5. Galoneira (Colarete); 5.6. Fechadeira de braço; 5.7. Zig Zag; 5.8. Cós; 5.9. Pespontadeira
5.10. Classificação quanto à formação de pontos: 5.11.Ponto fixo; 5.12. Ponto corrente; 5.13. Cabeçote; 5.14. Definição; 5.15. Tipos de Bases; 5.16. Base plana; 5.17. Base cilíndrica; 5.18. Base elevada; 5.19. Base em coluna; 5.20. Base de braço;
6.1. Motor: 6.2. Definição; 6.3. Tipos: 6.4. Convencional (elétrico); 6.5. Elementos de transmissão; 6.6. Polia; 6.7. Biela; 6.8. Engrenagens; 6.9. Correia; 6.10. Trapezoidal (em V); 6.11. Dentada; 6.12. Embreagem; 6.13. Acoplamento; 6.14. Freio e catraca; 6.15. Cames;
7. Elementos de vedação: 7.1. Retentor; 7.2. Anel de vedação
8. Mecanismos de Formação de pontos: 8.1. classe 100; 8.2. classe 300; 8.3. classe 400; 8.4. classe 500; 8.5. classe 600; 8.6. Códigos de agulhas; 8.7. Acessórios:
9. Instrumentos de medidas: 9.1. Tipos; 9.2. Régua graduada; 9.3. Paquímetro
10. Manutenção em máquina de costura convencional: 10.1. Verificações de defeitos e falhas (diagnóstico): 10.2. Quebra de linhas 10.3. Quebra de agulha; 10.4. Falha de ponto 10.5. Franzimento de tecido 10.6. Linha embolada 10.7. Travamento de máquina
10.8. Regulagens de conjuntos: 10.9. Barra da agulha (classe 100, 300, 400, 500, 600) 10.10. Calcador - (classe 100, 300, 400, 500, 600) 10.11. Eixo oscilante puxador da alimentação - (classe 300, 400) 10.12. Eixo oscilante levantador da alimentação - (classe 300, 400)10.13. Bomba de óleo e ou sistema de lubrificação - (classe 300, 400, 500, 600) 10.13. Lançadeira - (classe 300) 10.14. Looper - (classe 100, 400, 500, 600) 10.14. Tensor - (classe 100, 300, 400, 500, 600) 10.15. Excêntrico alimentador - (classe 100, 300, 400, 500, 600) 10.16. Motor convencional (elétrico): 10.16.1.1. Embreagem 10.16.1.2. Parte elétrica 10.17. Documentação: 10.18. Manual do fabricante 10.19. Ficha de manutenção; 10.20. Catálogos

CARGA HORÁRIA

200 Horas

PRESENCIAL | TÊXTIL E VESTUÁRIO
  • PERÍODO: 27.11.2017 a 19.02.2018
  • DIAS DE AULA: Segunda a sexta-feira.
  • HORÁRIO: 13:00 - 16:40
  • CIDADE: Fortaleza
  • UNIDADE: SENAI Parangaba
  • INVESTIMENTO: R$ 1.230,00

PRESENCIAL | TÊXTIL E VESTUÁRIO
  • PERÍODO: 27.11.2017 a 19.02.2018
  • DIAS DE AULA: Segunda a sexta-feira.
  • HORÁRIO: 18:15 - 21:35
  • CIDADE: Fortaleza
  • UNIDADE: SENAI Parangaba
  • INVESTIMENTO: R$ 1.230,00

Inscrições Abertas

<
>
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024