Curso: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES SENAI/CE - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
telefone(85) 4009.6300

TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

Objetivo

Habilitar o profissional para desenvolver projetos, supervisionar a execução de edificações e planejar obras, considerando as normas técnicas, de segurança e saúde do trabalho e legislações específicas, assegurando as condições de qualidade, produtividade e meio ambiente.

Pré-requisito

Para realizar a matrícula, o interessado deverá:
- ter concluído o Ensino médio ou estar cursando no mínimo o 2º ano do ensino médio.

A matrícula poderá ser efetivada por interessados (ou responsável legal) com a apresentação de cópias dos seguintes documentos:
- histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou declaração da escola comprovando que o aluno está devidamente matriculado e frequentando regularmente, no mínimo, o 2º ano do ensino médio;
- carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação;
- cadastro de pessoa física – CPF;
- comprovante de residência;
- duas fotos 3X4 atualizadas.


Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

  • COMUNICAÇÃO E REDAÇÃO TÉCNICA
    • 1. Parágrafo
    • 2. Comunicação: Processo; Níveis de fala
    • 3. Técnica de Intelecção de textos
    • 4. Análise textual
    • 5. Análise temática
    • 6. Análise interpretativa
    • 7. Estrutura interna
    • 8. Unidade interna
    • 9. Tipos de parágrafo
    • 10. Técnicas de redação
    • 11. Estrutura
    • 12. Argumentação
    • 13. Tipos de correspondência
    • 14. Ofício
    • 15. Comunicação interna
    • 16. Requerimento
    • 17. Carta comercial/ correspondências eletrônicas (email)
  • DESENHO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES
    • 1. Desenho Técnico
    • 1.1. Normas técnicas aplicadas ao desenho técnico
    • 1.2. Papéis para desenho: tipos; dobramento em relação ao formato
    • 1.3. Grafite: tipos; emprego
    • 1.4. Linhas: tipos; largura
    • 1.5. Caligrafia técnica:
    • 1.6. Largura das linhas para a escrita; traçado de caracteres
    • 1.7. Instrumentos: réguas; gabaritos escalímetro; esquadros
    • 1.8. Perspectiva isométrica: definição; eixo isométrico de modelos prismáticos
    • 1.9. Perspectiva cavaleira
    • 1.10. Projeção ortográfica: de figuras e sólidos geométricos em três planos; linhas convencionais
    • 1.11. Cotagem: definição; elementos; com eixo de simetria; detalhes; simbologia
    • 1.12. Supressão de vistas
    • 1.13. Escala: definição; tipos
    • 2. Desenho de projetos de arquitetura de edificações
    • 2.1. Plantas Baixas
    • 2.2. Coberturas
    • 2.3. Cortes: longitudinal, transversal
    • 2.4. Fachadas (elevações)
    • 2.5. Plantas de situação
    • 2.6. Detalhamento de projetos de arquitetura
    • 2.7. Apresentação de projetos
    • 3. Desenho técnico assistido por computador
  • INTRODUÇÃO À CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS
    • 1. Tipos de edificações
    • 2. A indústria da construção civil
    • 2.1. o Evolução
    • 2.2. o Panorama atual da construção de edifícios no Brasil
    • 2.3. o Importância econômica
    • 3. O papel do técnico em edificações
    • 4. Elementos constituintes de uma edificação
    • 5. Etapas de construção de uma edificação:
    • 5.1. o Instalações provisórias
    • 5.2. o Locação da obra
    • 5.3. o Fundações
    • 5.4. o Estruturas
    • 5.5. o Alvenarias
    • 5.6. o Instalações
    • 5.7. o Revestimentos
    • 5.8. o Esquadrias e ferragens
    • 5.9. o Louças e metais
    • 5.10. o Pintura
    • 5.11. o Cobertura
    • 6. O projeto na construção
    • 7. Elementos constituintes de um canteiro de obras
    • 8. A mão de obra na construção civil
    • 9. Processos construtivos inovadores com foco na sustentabilidade
    • 10. Funções das principais instituições, sindicatos e associações do setor
  • MECÂNICA DOS SOLOS
    • 1. Solos
    • 1.1. Origens e formação
    • 1.2. Classificação e normalização
    • 1.3. Características físicas
    • 1.4. Lençóis freático
    • 1.5. Investigação geotécnica
    • 2. Terraplenagem
    • 2.1. Serviços preliminares
    • 2.2. Escavação de solos não rochosos
    • 2.3. Escavação de rochas
    • 2.4. Equipamentos, máquinas e instrumentos
    • 2.5. Plataformas horizontais
    • 2.6. Capacidade de produção
    • 2.7. Normalização técnica
    • 2.8. Aspectos relativos à segurança
    • 2.9. Saúde ocupacional
    • 2.10. Meio ambiente e qualidade
    • 3. Infraestrutura
    • 3.1. Tipos de distribuição de carga
    • 3.2. Tipos de fundações
    • 3.3. Rasas
    • 3.4. Profundas
    • 3.5. Contenções
    • 3.6. Drenagem
    • 3.7. Tirantes
    • 3.8. Reforço de fundações
    • 3.9. Equipamentos, máquinas e instrumentos
    • 3.10. Normalização técnica
    • 3.11. Aspectos relativos à segurança, saúde ocupacional, meio ambiente e qualidade
    • 4. Sondagem
    • 4.1. Processos de execução de sondagem
    • 4.1.1. Simples reconhecimento com SPT
    • 4.1.2. Trado
    • 4.1.3. Poço exploratório
    • 4.1.4. Trincheira
    • 4.2. Programação de sondagens
    • 4.3. Levantamento Geofísico
    • 4.3.1. Elétrico
    • 4.3.2. Radiométrico
    • 4.3.3. Radar de penetração
    • 4.4. Perfil geotécnico
    • 4.5. Normas técnicas
    • 4.6. Aspectos relativos à segurança, saúde, meio ambiente e qualidade
  • QSMS - QUALIDADE, SAÚDE, MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA DO TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL
    • 1. Planejamento e organização do trabalho
    • 1.1. Planejamento, programação e controle no desenvolvimento de serviços
    • 1.2. Levantamento dos recursos necessários
    • 1.3. Elaboração de cronograma de trabalho
    • 1.4. Organização de espaços
    • 1.5. Seleção de materiais, máquinas e equipamentos
    • 1.6. Saúde, segurança e preservação ambiental na execução de serviços
    • 2. Cidadania e Ética
    • 2.1. Cidadania
    • 2.1.1. Conceito
    • 2.1.2. Direitos sociais e humanos
    • 2.1.3. Inclusão social: PNE
    • 2.2. o Ética
    • 2.2.1. Conceito
    • 2.2.2. Importância para as relações familiares e profissionais
    • 2.2.3. Crise ética na contemporaneidade e seus efeitos nas relações interpessoais
    • 3. Qualidade do trabalho
    • 3.1. Conceitos e procedimentos
    • 3.2. Princípios de gestão da qualidade satisfação do cliente, participação e produtividade
    • 3.3. A qualidade no exercício do trabalho
    • 3.3.1. Organização, Limpeza, Desperdício
    • 3.3.2. Conformidade dos produtos gerados
    • 4. Saúde, higiene e Segurança do trabalho
    • 4.1. Noções básicas
    • 4.2. Causas dos acidentes: ato inseguro e condições inseguras
    • 4.3. Consequências dos acidentes do trabalho: trabalhador, empresa, país
    • 4.4. Equipamentos de proteção individual e coletiva
    • 4.5. PCMAT, PCMSO e PPRA; CIPA; Legislação e Normas técnicas aplicáveis
    • 4.6. Riscos ambientais no trabalho
    • 4.6.1. Agentes físicos, químicos e biológicos
    • 4.6.2. Riscos ergonômicos
    • 4.6.3. Prevenção e redução de danos
    • 5. Preservação do meio ambiente
    • 5.1. Impactos ambientais da ação humana
    • 5.2. Segregação, descarte e reciclagem de resíduos
    • 5.3. Racionalização do uso dos recursos naturais e fontes de energia
    • 5.4. Preservação do meio, usos de tecnologias limpas, de recursos renováveis e desenvolvimento sustentável
  • TOPOGRAFIA
    • 1. Matemática aplicada
    • 1.1. Teorema de Pitágoras
    • 1.2. Ângulos
    • 1.3. Unidades de medidas:
    • 1.3.1. Internacional
    • 1.3.2. Inglesa
    • 1.3.3. Transformações
    • 1.4. Semelhança de triângulos
    • 1.5. Razão e proporção
    • 1.6. Regra de três
    • 1.7. Relações trigonométricas
    • 1.7.1. Leis dos senos e leis dos cossenos e Tangentes
    • 1.7.2. Teorema de Tales
    • 1.8. Cálculo de área, volume e perímetro
    • 2. Topografia
    • 2.1. Fundamentos da topografia
    • 2.1.1. Definição; objetivo; divisão geodésia; aerofotogrametria equipamentos e instrumentos
    • 2.1.2. Histórico; métodos de medição superfície de referência projeções cartográficas; sistema de posicionamento global
    • 2.1.3. Normalização técnica
    • 3. Altimetria
    • 3.1. Conceituação, Generalidades: Superfície de nível, Cota, Altitude, Diferença de nível, Erros nos levantamentos altimétricos
    • 4. Métodos de nivelamento
    • 4.1. Nivelamentos expeditos: aneróides, nível de mão, jogo de réguas, eclímetros, nível de mangueira
    • 4.2. Nivelamento Geométrico: Simples e Composto
    • 4.3. Instrumental, trabalhos de campo e de escritório,
    • 4.4. Cálculo, tolerância e ajuste do erro
    • 4.5. Nivelamento trigonométrico: instrumental, trabalhos de campo e de escritório
    • 4.6. Perfis: tipos, traçado
    • 5. Planimetria
    • 5.1. Definição; unidades equipamentos; cadernetas de campo; poligonais abertas e fechadas; medidas lineares medidas angulares; norte magnético e norte verdadeiro erros de fechamento da poligonal; área da poligonal coordenadas parciais e totais desenho topográfico planimétrico; relatório técnico
    • 6. Topologia
    • 6.1. Conceituação
    • 6.2. Generalidades
    • 7. Representação do relevo
    • 8. Planos cotados
    • 9. Curvas de nível: traçado (métodos gráficos e analíticos), propriedades
    • 10. Formas gerais do modelado topográfico
    • 11. Formas simples ou fundamentais.
    • 12. Formas compostas
    • 13. Nomenclatura das formas do terreno
    • 14. Emprego da planta Topográfica
    • 14.1. Conceituação, Generalidades: Forma do terreno entre duas curvas de nível, Declividade, Declínios, Identificação da planta com o terreno, determinação de um ponto na planta
    • 15. Locação da Obra: definição; tipos
    • 16. Desenho e interpretação de plantas topográficas
    • 17. Aplicativos computacionais
  • EMPREENDEDORISMO
    • 1. Quem sou eu?;
    • 2. Como ser um jovem empreendedor;
    • 3. Criatividade e inovação;
    • 4. O jovem no trabalho;
    • 5. Como identificar oportunidades;
    • 6. Trabalho x emprego;
    • 7. Definindo seu negócio;
    • 8. Escolhas e decisões;
    • 9. Quem é o seu cliente?
    • 10. Sonhos e metas.
    • 11. Planejando as atividdes do negócio;
    • 12. Avaliando meu perfil;
    • 13. Planejamento financeiro;
    • 14. Administração do tempo;
    • 15. Entrevista com o empreendedor;
    • 16. Buscando oportunidades no mercado de trabalho;
    • 17. Comunicação e resultados;
    • 18. Avaliando os projetos;
    • 19. Equipes em ação;
    • 20. Organização para a feira;
    • 21. Avaliação da Feira do Jovem Empreendedor;
    • 22. Despertar empreendedor: um caminho a percorrer.
  • DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E LEGALIZAÇÃO DE PROJETOS
    • 1. Legislação e normas pertinentes
    • 2. Documentação técnica e legalização do empreendimento imóvel
    • 2.1. Desenhos
    • 2.2. Memoriais descritivos
    • 2.3. Memoriais de cálculo
    • 2.4. Procedimentos de gestão da produção
    • 2.5. Especificações técnicas
    • 2.6. Manual do Proprietário
    • 3. Tipos de projetos que necessitam de aprovação:
    • 3.1. Construção nova
    • 3.2. Reforma
    • 3.3. Reforma com aumento de área
    • 3.4. Reforma com regularização
    • 3.5. Mudança de uso
    • 3.6. Modificativo
    • 3.7. Reconstrução
    • 3.8. Regularização
    • 3.9. Habitese
    • 4. Documentação referente à obra
    • 4.1. Normas e legislações aplicáveis
    • 4.2. Título de Propriedade do imóvel
    • 4.3. Registro de imóveis
    • 4.4. Imposto Predial e Territorial Urbano
    • 4.5. Ficha técnica
    • 4.6. Auto de Conclusão
    • 4.7. Certificado de Regularidade
    • 4.8. Histórico do Imóvel
    • 4.9. Consulta ao arquivo geral
    • 4.10. Anotação de Responsabilidade Técnica
    • 4.11. Matrícula no INSS
    • 4.12. Noções de Procedimento Licitatório
    • 4.13. Noções de Documentos financeiros e fiscais
    • 4.14. Lei 8.666/93
    • 4.15. Tipos de Licitação
    • 4.16. Documentação societária
    • 4.17. Prova de Regularidade Fiscal e Jurídica
    • 4.18. Idoneidade financeira
    • 4.19. Identificação dos órgãos competentes e acompanhamento da aprovação do projeto
    • 4.20. Consequência do descumprimento
  • PROJETO ARQUITETÔNICO
    • 1. Aplicativos computacionais
    • 2. Histórico da arquitetura e sua relação com a evolução urbana das cidades
    • 3. Etapas do projeto arquitetônico
    • 3.1. Estudo preliminar
    • 3.2. Estudo de viabilidade do Projeto com relação a legislação aplicável
    • 3.3. Projeto Legal
    • 3.4. Anteprojeto
    • 3.5. Projeto de Execução
    • 3.6. Projeto de as built
    • 4. Noções de ergonomia e conforto ambiental
    • 4.1. Acústico
    • 4.2. Luminoso
    • 4.3. Térmico
    • 5. Desenvolvimento de projeto arquitetônico
    • 5.1. Plantas Baixas
    • 5.2. Coberturas
    • 5.3. Cortes
    • 5.4. Longitudinal
    • 5.5. Transversal
    • 5.6. Fachadas (elevações)
    • 5.7. Plantas de situação e localização
    • 5.8. Circulação vertical
    • 5.9. Detalhamentos
    • 5.10. Perspectivas
    • 6. Normas e legislações aplicáveis
  • PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E ESPECIAIS
    • 1. Normas e legislações aplicáveis
    • 2. Materiais e componentes
    • 2.1. Dispositivos de comando
    • 2.2. Condutores
    • 2.3. Eletrodutos e acessórios
    • 3. • Fundamentos de eletricidade:
    • 3.1. Corrente
    • 3.2. Tensão
    • 3.3. Potência
    • 3.4. Resistência elétrica
    • 3.5. Lei de Ohm
    • 3.6. Tipos de circuitos
    • 4. Noções de geração, transmissão e distribuição de Energia
    • 5. Tipos de fonte de energia
    • 6. Noções de Eficiência Energética
    • 7. Desenho de instalações elétricas
    • 7.1. Simbologias
    • 7.2. Plantas
    • 7.3. Cortes
    • 7.4. Detalhes
    • 7.5. Diagramas
    • 7.6. Cabine de medidores
    • 8. Noções de dimensionamento:
    • 8.1. Distribuição de cargas de uma edificação eletrodutos
    • 8.2. Caixas de passagem e de derivação
    • 8.3. Quadro de distribuição
    • 8.4. Condutores e disjuntores
    • 9. Proteção contra descargas atmosféricas
    • 10. Aterramento
    • 11. Representação gráfica de instalações especiais:
    • 11.1. Instalações telefônicas
    • 11.2. Sonorização
    • 11.3. Detecção de incêndio
    • 11.4. Sinal de TV: antena e a cabo
    • 11.5. Sistema de controle patrimonial (circuito fechado de TV, alarme)
    • 12. Aplicativos computacionais para projetos de instalações elétricas e especiais prediais
  • PROJETO DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS, INCÊNDIO E GÁS
    • 1. Levantamento de materiais
    • 2. Normas e legislações aplicáveis
    • 3. Noções de mecânica dos fluidos e hidrostática:
    • 3.1. o Pressão e vazão
    • 3.2. o Princípio dos vasos comunicantes
    • 3.3. o Empuxo e equilíbrio de corpos flutuantes
    • 4. Exigências regulamentares e normativas aplicáveis
    • 5. Instalações prediais de água fria:
    • 5.1. o Determinação do consumo
    • 5.2. o Dimensionamento de ramais
    • 5.3. o Colunas e barrilete
    • 5.4. o Dimensionamento da potência de bombas, dimensionamento para combate a incêndio
    • 6. Instalações prediais de água quente:
    • 6.1. o Sistemas de aquecimento
    • 6.2. o Elementos constituintes
    • 7. Instalações prediais de esgoto:
    • 7.1. o Sistemas de esgotamento
    • 7.2. o Dimensionamento e traçado da tubulação
    • 7.3. o Dimensionamento das caixas de inspeção
    • 7.4. o Instalações de águas pluviais:
    • 7.5. o Dimensionamento das tubulações
    • 7.6. o Dimensionamento das calhas
    • 8. Sistemas de captação e reuso de água
    • 9. Desenhos de instalações hidrossanitárias:
    • 10. Isométrico
    • 10.1. o Detalhes
    • 10.2. o Planta
    • 10.3. o Cortes
    • 11. Representação gráfica de instalações
    • 11.1. o Água fria
    • 11.2. o Água quente
    • 11.3. o Água pluvial
    • 11.4. o Esgoto e ventilação
    • 12. Instalações para combate a incêndio
    • 13. Instalações Prediais de Gás
    • 14. Propriedades físicoquímicas dos gases combustíveis
    • 14.1. o Níveis de pressões
    • 14.2. o Grandezas e unidades
    • 15. Regulamentação de gás
    • 16. Documentos técnicos sobre instalações prediais de gás
    • 17. Projeto das instalações residenciais de gás
    • 17.1. o Diagramas típicos das instalações
    • 17.2. o Construção e montagem de instalações
    • 17.3. o Materiais e equipamentos
    • 18. Adequação de ambientes
    • 19. Aparelhos a gás
    • 19.1. o Tipos
    • 19.2. o Consumos e características técnicas
    • 20. Requisitos para instalação dos equipamentos
    • 20.1. o Cálculo de chaminés
    • 21. Dimensionamento hidráulico das tubulações
    • 22. Aplicativos computacionais para projetos de instalações hidráulicas e a gás predial
    • 23. Materiais e componentes
    • 23.1. o Tubos e conexões
    • 23.2. o Louças e metais
  • PROJETO ESTRUTURAL
    • 1. Concreto
    • 1.1. Definição
    • 1.2. Tipos
    • 1.3. Características
    • 2. Normas e legislações aplicáveis
    • 3. Estrutura de concreto armado:
    • 3.1. Definição
    • 3.2. Características
    • 4. Aço
    • 4.1. Definição
    • 4.2. Tipos
    • 4.3. Normalização para barras e Elementos
    • 4.4. Superestrutura
    • 4.5. Infraestrutura
    • 5. Desenho de estruturas de concreto armado
    • 5.1. Formas
    • 5.2. Armaduras
    • 5.3. Escoramentos
    • 5.4. Detalhes
    • 6. Definição de geometria de escadas: piso, espelho, revestimentos, apoios
    • 7. Rampas
    • 7.1. Inclinação
    • 7.2. Revestimentos
    • 7.3. Apoios
    • 8. Armações
    • 8.1. Definição
    • 8.2. Tipos
    • 8.3. Nomeclatura
    • 8.4. Critérios de aplicação
    • 8.5. Detalhes de elementos estruturais
    • 8.6. Simbologia
    • 9. Fundamentos de Aço e Madeira
    • 9.1. Características
    • 9.2. Propriedades mecânicas
    • 10. Estruturas
    • 10.1. Esforços atuantes
    • 10.2. Tipos
    • 10.3. Aplicação
    • 10.4. Peças estruturais
    • 10.5. Detalhes construtivos
    • 11. Alvenaria Estrutural:
    • 11.1. Representação
    • 11.2. Detalhamento de armaduras
    • 12. Fundamentos de Isostáticas
    • 13. Tipos de estruturas isostáticas
    • 14. Tipos de apoios
    • 15. Tipos de carregamento
    • 16. Cálculo de reações de apoio
    • 17. Esforços internos: força normal, força cortante, momento fletor e momento torçor
    • 18. Traçado e análise de dos diagramas de esforços: normal, cortante e fletor
    • 19. Análise de diagramas de esforços
    • 20. Noção de tensão e deformação
    • 21. Técnicas de lançamento de estruturas
    • 22. Aplicativos computacionais para projetos estruturais
  • PROJETO EXECUTIVO
    • 1. Conceitos básicos de gestão da produção de projeto
    • 2. Importância do planejamento e controle de projetos
    • 3. Hierarquização do planejamento e controle de projeto
    • 4. Sequenciamento de atividades
    • 5. Compatibilização e representação de projetos:
    • 5.1. o Compatibilidade entre sistemas construtivos
    • 5.2. o Funcionalidade dos sistemas construtivos
    • 5.3. o Exequibilidade
    • 6. Impacto do projeto quanto a segurança do trabalho e saúde ocupacional
    • 7. Normas e procedimentos técnicos
    • 8. Ferramentas computacionais
  • GESTÃO DE PESSOAS
    • 1. Ética Profissional
    • 2. Trabalho em equipe
    • 3. Análise de problemas e tomada de decisões
    • 4. Técnicas para resolução de problema
    • 5. Formas de administração de conflitos
    • 6. Perfil de liderança
    • 7. Comunicação interpessoal
    • 8. Motivação:
    • 8.1. Ciclo motivacional
    • 8.2. Hierarquia das necessidades
    • 8.3. Fatores motivacionais
    • 8.4. A importância do autoconhecimento
    • 8.5. Autoestima e autoconfiança
    • 9. Empatia
    • 10. Equipes de trabalho
    • 10.1. Dimensionamento
    • 10.2. Perfil dos profissionais
    • 10.3. Avaliação do desempenho
    • 10.4. Identificação de necessidades de aperfeiçoamento
  • LOGÍSTICA DE CANTEIRO E GESTÃO AMBIENTAL NA CONSTRUÇÃO CIVIL
    • 1. Legislação, resolução e normas ambientais
    • 2. Sistemas de Gestão Ambiental
    • 3. Desenvolvimento sustentável
    • 4. Aspectos e impactos ambientais causados pela construção de edifício
    • 5. Noções de produção mais limpa
    • 6. Utilização eficiente de recursos passivos
    • 7. Ações mitigadoras
    • 8. Planejamento da gestão da cadeia de suprimentos
    • 9. Logística na construção de edifícios
    • 10. Especificações de materiais e equipamentos
    • 11. Manutenção preventiva e corretiva de equipamentos.
    • 12. Projeto do canteiro de obras:
    • 12.1. Locação e dimensionamento de equipamentos
    • 12.2. Áreas de vivência
    • 12.3. Locais de estocagem
    • 13. Recebimento e armazenamento de materiais no canteiro
    • 14. Documentação de controle de aquisições e estoques
    • 15. Qualificação e avaliação de fornecedores
    • 16. Equipamentos de movimentação e estocagem
    • 17. Controle de estoques
    • 18. Planos de distribuição de insumos materiais
    • 19. Produtividade da mão de obra
    • 19.1. Relação entre produção e produtividade e custo
    • 19.2. Medidas de produtividade no canteiro de obra
    • 19.3. Racionalização dos processos construtivos
    • 19.4. Ferramentas para racionalização no canteiro de obras
    • 20. Provisão de recursos por meio de:
    • 20.1. Locação
    • 20.2. Terceirização
    • 20.3. Aquisição
    • 20.4. Remanejamento
  • MATERIAIS E ENSAIOS TECNOLÓGICOS
    • 1. Aglomerantes
    • 2. Agregados
    • 3. Argamassas
    • 4. Concreto
    • 5. Materiais
    • 5.1. Introdução à ciência dos materiais
    • 5.2. Classificação dos materiais
    • 6. Características e Propriedades dos materiais
    • 7. Materiais Metálicos e suas ligas:
    • 7.1. Classificação, obtenção, aplicações, tratamentos térmicos e principais ensaios mecânicos
    • 8. Materiais poliméricos
    • 8.1. Classificação, obtenção, comportamento térmico e mecânico, aplicações e principais ensaios de caracterização
    • 9. Materiais cerâmicos e vidros
    • 9.1. Matérias primas, classificação, processo de fabricação, aplicações e principais ensaios de caracterização
    • 10. Traços de concreto e argamassa
    • 11. Critérios de dosagem
    • 12. Outros materiais
    • 12.1. Madeira, pétreos, tintas e vernizes
    • 12.2. Controle tecnológico dos materiais
    • 13. Cálculo Aplicado
    • 13.1. Cálculo de média e de desvio padrão
  • PROCESSOS CONSTRUTIVOS
    • 1. Processos de Construção de Edificações
    • 1.1. Serviços Preliminares
    • 1.2. Instalação da obra
    • 1.2.1. Limpeza do terreno
    • 1.2.2. Movimento de terra
    • 1.2.3. Implantação do canteiro de obras: ligações provisórias, Instalações mínimas (NR18), leiaute de canteiro
    • 1.3. Locação da obra
    • 1.4. Infraestrutura
    • 1.4.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.4.2. Procedimentos de Execução
    • 1.4.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.5. Superestrutura
    • 1.5.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.5.2. Procedimentos de Execução
    • 1.5.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.6. Vedações
    • 1.6.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.6.2. Procedimentos de Execução
    • 1.6.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.7. Instalações
    • 1.7.1. Tipos, Função, Propriedades, Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.7.2. Procedimentos de Execução
    • 1.7.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.8. Revestimentos
    • 1.8.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.8.2. Procedimentos de Execução
    • 1.8.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.9. Coberturas
    • 1.9.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.9.2. Procedimentos de Execução
    • 1.9.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.10. Impermeabilização
    • 1.10.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.10.2. Procedimentos de Execução
    • 1.10.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.11. Pavimentação
    • 1.11.1. Tipos, Função, Propriedades, Normas técnicas aplicáveis, Equipamentos e Ferramentas utilizados, Riscos inerentes ao serviço e medidas preventivas, Controle tecnológico
    • 1.11.2. Procedimentos de Execução
    • 1.11.3. Verificação e Aceitação dos Serviços
    • 1.12. Calafetagem
    • 1.13. Limpeza para entrega da obra
    • 1.14. Patologias para os seguintes sistemas:
    • 1.14.1. Locação de obras
    • 1.14.2. Movimentação de terra
    • 1.14.3. Vedação Vertical
    • 1.14.4. Revestimento Pisos
    • 1.14.5. Paredes e Tetos
    • 1.14.6. Estruturais
    • 1.14.7. Instalações Prediais
    • 1.14.8. Impermeabilização
    • 1.14.9. Cobertura
    • 2. Sistemas Construtivos
    • 2.1. Construção a seco
    • 2.2. Banheiro pronto
    • 2.3. Forma pronta
    • 2.4. Alvenaria estrutural
    • 2.5. Armação pronta
    • 2.6. Fachadas
    • 2.7. Sistemas prémoldados
  • ORÇAMENTO DE OBRAS
    • 1. Matemática aplicada
    • 1.1. Gráficos Cartesianos
    • 1.2. Porcentagem
    • 1.3. Juros:
    • 1.3.1. Simples
    • 1.3.2. Compostos
    • 2. Orçamento de Obras
    • 2.1. Normalização
    • 2.2. Custos de construção de edificações:
    • 2.2.1. Conceituação
    • 2.2.2. Classificação
    • 2.2.3. Composição
    • 2.3. Levantamento de quantitativos e elaboração de planilhas orçamentárias
    • 2.4. Composições unitárias dos serviços
    • 2.5. Composição de BDI
    • 2.6. Fatores que afetam os custos de produção
    • 2.7. Técnicas para apuração e análise de custos
    • 2.8. Composição de preços
    • 2.9. Modelos de orçamentação e de propostas para licitação e contratos
    • 2.10. Controle orçamental de obras
    • 2.11. Curva ABC
    • 2.12. Planilha orçamentária:
    • 2.12.1. Simplificada
    • 2.12.2. Analítica
    • 2.13. Aplicativos computacionais para orçamento de obra
    • 2.14. Procedimento Licitatório:
    • 2.14.1. Lei 8.666/93
    • 2.14.2. Tipos de Licitação
  • PLANEJAMENTO E GESTÃO DA PRODUÇÃO
    • 1. Organização do Trabalho
    • 1.1. Planejamento de atividades
    • 1.2. Controle de contratos
    • 1.3. Controle da produção
    • 2. Equipes de trabalho
    • 2.1. Dimensionamento
    • 2.2. Perfil dos profissionais
    • 2.3. Avaliação do desempenho
    • 2.4. Identificação de necessidades de aperfeiçoamento
    • 3. Conceitos básicos de gestão da produção
    • 4. Importância do planejamento e controle da obra
    • 5. Hierarquização do planejamento e controle da obra
    • 6. Condições prévias para elaboração do planejamento
    • 7. Programação da gestão dos resíduos
    • 8. Planejamento de longo prazo:
    • 8.1. Cronogramas
    • 8.2. Linhas de balanço
    • 8.3. Redes PERT/CPM
    • 9. Planejamento de médio prazo:
    • 9.1. Análise de restrições
    • 9.2. Planejamento dos fluxos físicos
    • 10. Planejamento de curto prazo
    • 11. Indicadores e gráficos para acompanhamento do planejamento
    • 12. Avaliação e controle de índices de produtividade
    • 13. Relatórios de acompanhamento da obra
    • 14. Aplicativos computacionais para planejamento e controle da produção
  • PROJETO FINAL
    • 1. Planejamento do projeto
    • 1.1. Proposição do objetivo
    • 1.2. Coleta de dados
    • 1.3. Análise de dados
    • 1.4. Elaboração de cronograma de desenvolvimento
    • 1.5. Previsão de recursos
    • 1.6. Determinação do custo do projeto
    • 1.7. Definição de critérios técnicos de avaliação do protótipo, produto ou sistematização de resultados
    • 2. Desenvolvimento do projeto
    • 2.1. Alocação de recursos para execução
    • 2.2. Execução
    • 2.3. Avaliação do projeto
    • 2.4. Elaboração de documentação técnica do projeto, incluindo relatório
    • 3. Projeto
    • 3.1. Definição
    • 3.2. Características
    • 3.3. Análise da viabilidade
    • 4. Concepção
    • 5. Apresentação do projeto:
    • 5.1. Técnicas de apresentação
    • 5.2. Identificação de recursos necessários
    • 5.3. Definição da programação.

Carga Horária

1232 Horas

Mais Informações

* Informamos que este curso só ocorrerá se for atingido o número mínimo de alunos por turma.
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright