Curso: TÉCNICO TÊXTIL SENAI/CE - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
telefone(85) 4009.6300

TÉCNICO TÊXTIL

Objetivo

Habilitar profissionais para planejamento e coordenação dos processos de fiação, tecelagem, malharia e beneficiamento, controlando atividades relacionadas, desenvolvendo novos produtos e processos têxteis, seguindo normas e procedimentos de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança do trabalho.

Pré-requisito

Para realizar a matrícula, o interessado deverá:
- ter concluído o Ensino médio ou estar cursando no mínimo o 2º ano do ensino médio.

A matrícula poderá ser efetivada por interessados (ou responsável legal) com a apresentação de cópias dos seguintes documentos:
- histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou declaração da escola comprovando que o aluno está devidamente matriculado e frequentando regularmente, no mínimo, o 2º ano do ensino médio;
- carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação;
- cadastro de pessoa física – CPF;
- comprovante de residência;
- duas fotos 3X4 atualizadas.


Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

  • FUNDAMENTOS DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO APLICADOS AOS PROCESSOS TÊXTEIS
    • 1. Elementos da Comunicação
    • 1.1. Emissor
    • 1.2. Receptor
    • 1.3. Mensagem
    • 1.4. Código
    • 1.5. Canal
    • 2. Linguagem
    • 2.1. Funções: referencial, fática, conotativa e denotativa
    • 3. Parágrafo
    • 3.1. Tipos: descritivo e dissertativo
    • 3.2. Unidade interna: coerência e coesão textual
    • 3.3. Estrutura interna: ideia principal e ideias secundárias
    • 4. Dissertação
    • 4.1. Introdução
    • 4.2. Desenvolvimento
    • 4.3. Conclusão
    • 5. Estruturas-padrão
    • 5.1. Requerimento
    • 5.2. Ordem de serviço
    • 5.3. Orçamento
    • 6. Relatório
    • 6.1. Estrutura
    • 6.2. Tipos: atividade
    • 6.3. Ocorrência
    • 7. Pesquisa
    • 7.1. Tipos de pesquisa: bibliográfica; pesquisa em publicações eletrônicas; pesquisa de campo
    • 8. Editor de Textos
    • 8.1. Ferramentas
    • 8.2. Menus
    • 9. Internet
    • 9.1. Normas de uso
    • 9.2. Navegadores
    • 9.3. Sites de busca
    • 9.4. Dowload e gravação de arquivos
    • 9.5. Correio eletrônico
    • 9.6. Direitos autorais (citação de fontes de consulta)
  • FUNDAMENTOS FÍSICOS E MATEMÁTICOS APLICADOS AOS PROCESSOS PRODUTIVOS TÊXTEIS
    • 1. Operações Matemáticas
    • 1.1. Fração
    • 1.2. Razão e proporção
    • 1.3. Regra de três: simples, composta, diretamente proporcional e inversamente proporcional
    • 1.4. Porcentagem
    • 1.5. Equação de 1º grau
    • 1.6. Sistema de equação de 1º grau
    • 2. Cálculos de: perímetro, área e volume
    • 3. Unidades de Medidas
    • 3.1. Sistema Internacional de Unidades aplicado à área têxtil
    • 3.2. Medidas aplicadas à área têxtil
    • 3.3. Conversão
    • 4. Estatística Básica
    • 4.1. Gráficos
    • 4.2. Tabelas
    • 4.3. Amostragem
    • 4.4. Medidas de tendência central
    • 4.5. Medidas de dispersão
    • 4.6. Planilha eletrônica
    • 5. Transmissão de Movimento
    • 5.1. Tipos
    • 5.2. Elementos de máquina
    • 5.3. Esquema
    • 5.4. Frequência
    • 5.5. Velocidade
    • 6. Noções de Desenho Técnico
    • 6.1. Simbologia
    • 6.2. Escalas
    • 6.3. Vistas
    • 6.4. Ângulos
    • 6.5. Tipos de linhas
  • CUSTOS APLICADOS AOS PROCESSOS TÊXTEIS
    • 1. Terminologia Contábil
    • 1.1. Custos
    • 1.2. Despesas
    • 1.3. Investimentos
    • 1.4. Gastos
    • 2. Desembolsos
    • 2.1. Perdas
    • 3. Classificação dos Custos
    • 3.1. Direto
    • 3.2. Indireto
    • 3.3. Fixo
    • 3.4. Variável
    • 4. Custos de Produto
    • 4.1. Definição
    • 4.2. Composição
    • 5. Custos de Processo
    • 5.1. Definição
    • 5.2. Composição
    • 6. Cálculos de Custos
    • 6.1. Mão de obra: direta e indireta
    • 6.2. Materiais: diretos e indiretos
    • 6.3. Rateio de custos indiretos: definição, critérios e composição
    • 6.4. Margem de contribuição
    • 6.5. Ponto de equilíbrio
  • FIAÇÃO
    • 1. Fibras Têxteis
    • 1.1. Naturais: animais, vegetais e minerais
    • 1.2. Químicas: artificiais e sintéticas
    • 1.3. Análise: qualitativa e quantitativa
    • 2. Fios Têxteis
    • 2.1. Tipos: fiados e filamentos
    • 2.2. Sistemas de titulação de fios: direto, indireto e instrumentos de medição
    • 2.3. Resistência: definição e interferências nos processos
    • 2.4. Instrumentos de medição
    • 3. Máquinas e equipamentos: tipos, características
    • 3.1. Funções
    • 4. Mistura de Fibras
    • 4.1. Fundamentos de classificação de algodão: coloração, impurezas, tipos de algodão
    • 4.2. Puras
    • 4.3. Mistas: na linha de abertura, no passador
    • 5. Estiragem: definição
    • 5.1. Tipos: mecânica, real
    • 5.2. Aplicação
    • 6. Duplicação: definição, aplicação
    • 7. Escartamento: definição, aplicação
    • 8. Paralelização: definição, aplicação
    • 9. Torção: definição, aplicação, contração
    • 10. Fiação Convencional
    • 10.1. Sistemas de Abertura
    • 10.1.1. Características
    • 10.1.2. Aplicação
    • 10.1.3. Limpeza
    • 10.1.4. Elementos de máquina
    • 10.1.5. Ajustes e regulagens
    • 10.1.6. Operação
    • 10.2. Carda
    • 10.2.1. Características
    • 10.2.2. Aplicação
    • 10.2.3. Limpeza
    • 10.2.4. Intensidade de cardagem
    • 10.2.5. Resíduos
    • 10.2.6. Controle de neps
    • 10.2.7. Elementos de máquina
    • 10.2.8. Ajustes e regulagens
    • 10.2.9. Operação
    • 10.3. Passador
    • 10.3.1. Características
    • 10.3.2. Aplicação
    • 10.3.3. Elementos de máquina
    • 10.3.4. Ajustes e regulagens
    • 10.3.5. Operação
    • 10.4. Estiro reunidor
    • 10.4.1. Características
    • 10.4.2. Aplicação
    • 10.4.3. Elementos de máquina
    • 10.4.4. Ajustes e regulagens
    • 10.4.5. Operação
    • 10.5. Penteadeira
    • 10.5.1. Características
    • 10.5.2. Aplicação
    • 10.5.3. Resíduos
    • 10.5.4. Elementos de máquina
    • 10.5.5. Ajustes e regulagens
    • 10.5.6. Operação
    • 10.6. Maçaroqueira
    • 10.6.1. Características
    • 10.6.2. Aplicação
    • 10.6.3. Elementos de máquina
    • 10.6.4. Ajustes e regulagens
    • 10.6.5. Operação
    • 10.7. Filatórios por anel
    • 10.7.1. Características
    • 10.7.2. Aplicação
    • 10.7.3. Elementos de máquina
    • 10.7.4. Ajustes e regulagens
    • 10.7.5. Operação
    • 10.8. Filatórios por rotor
    • 10.8.1. Características
    • 10.8.2. Aplicação
    • 10.8.3. Elementos de máquina
    • 10.8.4. Ajustes e regulagens
    • 10.8.5. Operação
    • 10.9. Filatórios por jato de ar
    • 10.9.1. Características
    • 10.9.2. Aplicação
    • 10.9.3. Elementos de máquina
    • 10.9.4. Ajustes e regulagens
    • 10.9.5. Operação
    • 10.10. Conicaleiras
    • 10.10.1. Características
    • 10.10.2. Aplicação
    • 10.10.3. Elementos de máquina
    • 10.10.4. Ajustes e regulagens
    • 10.10.5. Operação
    • 10.11. Binadeira
    • 10.11.1. Características
    • 10.11.2. Aplicação
    • 10.11.3. Elementos de máquina
    • 10.11.4. Ajustes e regulagens
    • 10.11.5. Operação
    • 10.12. Retorcedeira
    • 10.12.1.Tipos
    • 10.12.2. Características
    • 10.12.3. Aplicação
    • 10.12.4.Elementos de máquina
    • 10.12.5. Ajustes e regulagens
    • 10.12.16. Operação
    • 11. Fiação Química: definição
    • 11.1. Tipos: úmido, ar quente, ar frio
    • 11.2. Características
    • 11.3. Aplicação
    • 11.4. Polimerização
    • 11.5. Extrusão
    • 11.6. Texturização
    • 11.7. Estiragem
    • 11.8. Máquinas e equipamentos
    • 11.8.1. Tipos
    • 11.8.2. Aplicação
    • 11.8.3. Elementos de máquina
    • 11.8.4. Ajustes e regulagens
    • 11.8.5. Operação
    • 12. Não tecidos: definição
    • 12.1. Obtenção da manta: úmido, seco, fusão
    • 12.2. Consolidação da manta: químico, físico, mecânico
    • 12.3. Características
    • 12.4. Aplicação
    • 12.5. Máquinas e equipamentos
    • 12.5.1. Tipos
    • 12.5.2. Aplicação
    • 12.5.3. Elementos de máquina
    • 12.5.4. Ajustes e regulagens
    • 12.5.5. Operação
    • 13. Cálculos
    • 13.1. Estiragem
    • 13.2. Intensidade de cardagem
    • 13.3. Torção
    • 13.4. Diâmetro de funil
    • 13.5. Escartamento
    • 13.6. Contração
    • 13.7. Resíduos
    • 13.8. Lambda
    • 14. Testes
    • 14.1. De matérias-primas
    • 14.2. De insumos
    • 14.3. De produtos
    • 14.4. Instrumentos e equipamentos
    • 15. Meio Ambiente
    • 15.1. Destinação de resíduos dos processos de fiação
    • 16. Saúde e Segurança do Trabalho
    • 16.1. Utilização de EPI e EPC na fiação
    • 16.2. Acidentes de trabalho na fiação: causas e consequências
  • MALHARIA
    • 1. Introdução à Malharia
    • 1.1. Processos de obtenção: por trama e por urdume
    • 1.2. Ligamentos fundamentais por trama: monofrontura e duplafrontura
    • 1.3. Ligamentos fundamentais por urdume: tricot e raschel
    • 1.4. Gramatura: definição, unidades de medida e instrumentos de medição
    • 1.5. Densidade: definição, unidades de medida e instrumentos de medição
    • 2. Elementos de Formação de Malha
    • 2.1. Agulhas: tipos, transmissão de movimentos, aplicação
    • 2.2. Platinas: tipos, transmissão de movimentos, aplicação
    • 2.3. Prensas: tipos, transmissão de movimentos, aplicação
    • 2.4. Guia-fios: tipos, transmissão de movimentos, aplicação
    • 3. Padronagem de Malharia por Trama
    • 3.1. Monofrontura: meia malha, piquê, moletom, derivados, listrados, jacquard
    • 3.2. Duplafrontura: Rib. e derivados, Interlock e derivados, Listrados, Jacquard
    • 3.3. Software específico
    • 3.4. Representação gráfica dos ligamentos
    • 4. Padronagem de Malharia por Urdume
    • 4.1. Kettensthull: Tricot e Derivados
    • 4.2. Raschel: Rendas, Jacquard
    • 4.3. Software específico
    • 4.4. Representação gráfica dos ligamentos
    • 5. Máquinas e Equipamentos
    • 5.1. Retilíneas: tipos, programação, ajustes, regulagens, operação
    • 5.2. Circulares: tipos, programação, ajustes, regulagens, operação
    • 5.3. Urdideiras: tipos, ajustes, regulagens, operação
    • 5.4. Kettensthull: tipos, programação, ajustes, regulagens, operação
    • 5.5. Raschel: tipos, programação, ajustes, regulagens, operação
    • 5.6. Softwares específicos
    • 6. Cálculos
    • 6.1. Fator de cobertura do tecido
    • 6.2. Comprimento do ponto (LFA)
    • 6.3. Rendimento do tecido
    • 6.4. Gramatura do tecido
    • 6.5. Largura do tecido
    • 6.6. Consumo de fios por rack
    • 7. Meio Ambiente: Destinação de resíduos dos processos de malharia
    • 8. Saúde e Segurança do Trabalho
    • 8.1. Utilização de EPI e EPC na malharia
    • 8.2. Acidentes de trabalho na malharia: causas e consequências
    • 9. Testes
    • 9.1. De matérias-primas
    • 9.2. De insumos
    • 9.3. De produtos
    • 9.4. Inspeção do tecido cru: classificação de defeitos, pontuação, normas
    • 9.5. Instrumentos e equipamentos
  • TECELAGEM
    • 1. Introdução à Tecelagem Plana
    • 1.1. Ligamentos fundamentais: tela, sarja, cetim
    • 1.2. Gramatura: definição, unidades de medida, instrumentos de medição
    • 1.3. Densidade: definição, unidades de medida, instrumentos de medição
    • 1.4. Máquinas e equipamentos: tipos, características, funções
    • 2. Padronagem de Tecidos Planos
    • 2.1. Ligamentos derivados: da tela, da sarja, do cetim, Jacquard, representação gráfica
    • 2.2. Lisos
    • 2.3. Listrados
    • 2.4. Xadrez
    • 2.5. Softwares específicos
    • 2.6. Plano de remeteção: numérico, gráfico, cálculos
    • 3. Urdimento
    • 3.1. Urdideira direta: cálculos, elementos de máquina, ajustes e regulagens, operação
    • 3.2. Urdideira seccional: cálculos, elementos de máquina, ajustes e regulagens, operação
    • 4. Engomagem
    • 4.1. Goma: tipos, aplicação, cálculos
    • 4.2. Tingimento de urdume
    • 4.3. Máquinas e equipamentos: tipos, elementos de máquina, ajustes e regulagens, operação
    • 5. Remeteção: tipos, métodos, equipamentos
    • 6. Tecimento
    • 6.1. Abertura da cala: definição, movimentos por excêntrico, movimentos por maquineta, movimentos por Jacquard
    • 6.2. Inserção de tramas: definição, por sólidos em voo livre, por sólidos conduzidos, por fluidos, por múltiplas calas
    • 6.3. Arremate: definição, densidade de batidas
    • 6.4. Transmissão de movimentos
    • 6.5. Elementos de máquina
    • 6.6. Sistema de parada: urdume, trama
    • 6.7. Ajustes e regulagens de máquinas e equipamentos
    • 6.8. Operação de máquinas e equipamentos
    • 6.9. Engrupagem
    • 6.10. Inspeção de tecidos
    • 6.11. Classificação de tecidos
    • 7. Instrumentos de Medição Cálculos
    • 7.1. Fator de cobertura do tecido
    • 7.2. Contração: urdume, trama
    • 7.3. Gramatura do tecido
    • 7.4. Largura do tecido
    • 7.5. Quantidade de puas
    • 7.6. Quantidade de batidas
    • 7.7. Pick-up
    • 7.8. Percentual de sólidos
    • 8. Testes
    • 8.1. De matérias-primas
    • 8.2. De insumos
    • 8.3. De produtos
    • 8.4. Inspeção do tecido cru: classificação de defeitos, pontuação, normas
    • 8.5. Instrumentos e equipamentos
    • 9. Meio Ambiente: destinação de resíduos dos processos de tecelagem
    • 10. Saúde e Segurança do Trabalho
    • 10.1. Utilização de EPI e EPC na tecelagem
    • 10.2. Acidentes de trabalho na tecelagem
    • 10.3. Causas e consequências
  • BENEFICIAMENTO
    • 1. Beneficiamento Têxtil: definição
    • 1.1. Técnicas de aplicação: por esgotamento, por impregnação
    • 1.2. Métodos de Processos: contínuo, semicontínuo, descontínuo
    • 2. Beneficiamento Primário
    • 2.1. Físico: escovagem, navalhagem, chamuscagem, prefixação
    • 2.2. Químico: desengomagem, purga, alvejamento, caustificação, mercerização, receitas
    • 3. Beneficiamento Secundário
    • 3.1. Tingimento: curvas, receitas, mecanismo
    • 3.2. Classes de corantes
    • 3.2.1. Diretos
    • 3.2.2. Reativos
    • 3.2.3. A tina
    • 3.2.4. Dispersos
    • 3.2.5. Ácidos
    • 3.2.6. Azóicos
    • 3.2.7. Complexos metálicos
    • 3.2.8. Sulfurosos
    • 3.2.9. Catiônicos
    • 3.2.10. Ópticos
    • 3.3. Pigmentos
    • 3.4. Estamparia: definição
    • 3.4.1. Por quadro
    • 3.4.2. Por cilindro
    • 3.4.3. Por termotransferência
    • 3.4.4. Digital
    • 3.4.5. Matrizes de impressão
    • 3.4.6. Com pigmentos
    • 3.4.7. Com corantes
    • 3.4.8. Efeitos especiais
    • 3.4.9. Receitas
    • 3.5. Colorimetria: definição
    • 3.5.1. Iluminantes
    • 3.5.2. Metameria
    • 3.5.3. Espaço das cores
    • 3.5.4. Equipamentos
    • 3.5.5. Banco de dados
    • 3.5.6. Formulação
    • 3.5.7. Correção da cor
    • 3.5.8. Medição de branco
    • 3.5.9. Controle da qualidade
    • 3.5.10. Softwares específicos
    • 4. Beneficiamento Terciário
    • 4.1. Físico: definição, tipos, aplicação
    • 4.2. Químico: definição, tipos, aplicação, receitas
    • 4.3. Biológico: definição, tipos, aplicação, receitas
    • 5. Lavanderia: definição
    • 5.1. Doméstica
    • 5.2. Industrial
    • 5.3. Hospitalar
    • 5.4. Beneficiamento de jeans: tratamentos físicos, químicos, físico-químicos, biológicos
    • 5.5. Beneficiamento de peças confeccionadas: primário, secundário, terciário
    • 5.6. Receitas
    • 6. Máquinas e Equipamentos
    • 6.1. Tipos
    • 6.2. Aplicação
    • 6.3. Elementos de máquinas
    • 6.4. Ajustes e regulagens
    • 6.5. Operação
    • 6.6. Softwares específicos
    • 7. Testes
    • 7.1. De matérias-primas
    • 7.2. De insumos
    • 7.3. De produtos
    • 7.4. Inspeção do tecido acabado
    • 7.5. Instrumentos e equipamentos
    • 8. Cálculos
    • 8.1. Receitas
    • 8.2. Pick-up
    • 9. Meio Ambiente
    • 9.1. Destinação de resíduos dos processos de beneficiamento
    • 9.2. Tratamento de afluentes
    • 9.3. Tratamento de efluentes
    • 10. Saúde e Segurança do Trabalho
    • 10.1. Utilização de EPI e EPC no beneficiamento
    • 10.2. Acidentes de trabalho no beneficiamento
    • 10.3. Causas e consequências
  • ENSAIOS TÊXTEIS
    • 1. Condicionamento: definição, normas
    • 2. Metrologia
    • 2.1. Definições
    • 2.1.1. Calibração
    • 2.1.2. Amostras
    • 2.1.3. Corpo de provas
    • 2.1.4. Periodicidade
    • 3. Ensaios em Fibras Têxteis
    • 3.1. Normas Técnicas
    • 3.2. Tipos de Fibras
    • 3.2.1. Naturais (animais, vegetais e minerais)
    • 3.2.2. Químicas (artificiais e sintéticas)
    • 3.3. Tipos de ensaios
    • 3.3.1. Comprimento
    • 3.3.2. Resistência
    • 3.3.3. Finura
    • 3.3.4. Maturidade
    • 3.3.5. Umidade
    • 3.4. Tipos
    • 4. Ensaios em Fios Têxteis
    • 4.1. Normas Técnicas
    • 4.2. Título
    • 4.3. Torção
    • 4.4. Resistência à tração
    • 4.5. Determinação da regularidade de massa
    • 4.6. Determinação do número de filamentos
    • 4.7. Coeficiente de atrito
    • 5. Ensaios em Tecidos e Não tecidos (forma correta)
    • 5.1. Normas Técnicas (Não tecido)
    • 5.2. Gramatura
    • 5.3. Carga de ruptura e alongamento
    • 5.4. Carga de rasgamento
    • 5.5. Resistência ao pelotamento
    • 5.6. Resistência à abrasão
    • 5.7. Resistência ao estouro
    • 5.8. Estabilidade dimensional
    • 5.9. Hidrofilidade
    • 5.10. Pilling
    • 5.11. Stretch
    • 5.12. Desvio de trama
    • 5.13. Esgarçamento
    • 5.14. Largura
    • 5.15. Título de fio em amostra de tamanho reduzido
    • 6. Ensaios de Solidez da Cor
    • 6.1. Normas Técnicas
    • 6.2. Regras gerais
    • 6.3. À fricção
    • 6.4. Ao ferro de passar
    • 6.5. À lavagem
    • 6.6. Ao suor
    • 6.7. Ao manchamento por água, álcalis, ácidos
    • 6.8. À luz
    • 6.9. À sublimação
    • 6.10. À água do mar
    • 6.11. À água de piscina
    • 7. Instrumentos e Equipamentos
    • 7.1. Tipos
    • 7.2. Ajustes e regulagens
    • 7.3. Aplicação
    • 7.4. Operação
    • 7.5. Softwares Específicos
  • GESTÃO DOS PROCESSOS PRODUTIVOS TÊXTEIS
    • 1. Visão Holística e Sistêmica
    • 1.1. Evolução das empresas
    • 1.2. Globalização
    • 1.3. Novas posturas profissionais
    • 2. Liderança
    • 2.1. Percepção
    • 2.2. Diferenças individuais
    • 2.3. Características do líder
    • 2.4. Perfil do líder
    • 2.5. Estilos
    • 3. Motivação
    • 3.1. Ciclo motivacional
    • 3.2. Hierarquia de necessidades
    • 3.3. Fatores motivacionais
    • 4. Relação Fornecedor / Cliente
    • 4.1. Negociação
    • 4.2. Influências na produção
    • 5. Avaliação de Desempenho
    • 5.1. Perfil
    • 5.2. Critérios
    • 5.3. Tipos
    • 6. Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT)
    • 6.1. Histórico
    • 6.2. Direitos e deveres
    • 7. Segurança
    • 7.1. Composição de CIPA
    • 7.2. Combate a incêndios
    • 7.3. Acidentes
    • 8. Trabalho em equipe
    • 8.1. Funções e estratégias
    • 9. Conflitos: definição
    • 9.1. Tipos
    • 9.2. Causas
    • 9.3. Consequências
    • 9.4. Administração
    • 10. Reuniões: planejamento, condução e avaliação
    • 11. Resolução de Problemas
    • 11.1. Análise de problemas e tomada de decisões (APTD)
    • 11.2. Método de análise e solução de problemas
    • 11.3. Identificação de causa e efeito
    • 12. Ferramentas de Gestão
    • 12.1. Diagrama de Pareto
    • 12.2. Diagrama de causa e efeito
    • 12.3. Histogramas
    • 12.4. Falhas de verificação
    • 12.5. Gráfico de dispersão
    • 12.6. Fluxogramas
    • 12.7. Controle Estatístico de Processo (CEP)
    • 12.8. Ciclo PDCA (Planejar, Fazer, Checar, Agir)
  • PLANEJAMENTO DOS PROCESSOS PRODUTIVOS TÊXTEIS
    • 1. Planejamento
    • 1.1. Definições: operacional, tático, estratégico
    • 1.2. Objetivos, metas e indicadores de desempenho
    • 2. Planejamento e Controle da Produção
    • 2.1. Definição
    • 2.2. Previsão de demanda
    • 2.3. Planejamento mestre
    • 2.4. Programação e sequenciamento da produção
    • 2.4.1. Setup
    • 2.4.2. Maximização
    • 2.4.3. Balanceamento de máquinas e equipamentos
    • 2.4.4. Balanceamento de mão de obra
    • 2.4.5. Balanceamento de materiais
    • 2.4.6. Gargalos de produção
    • 2.5. Controle da produção e de materiais
    • 2.6. Sistemas
    • 2.6.1. Planejamento das Necessidades de Materiais (MRP)
    • 2.6.2. Just in time
    • 2.6.3. Kanban
    • 2.6.4. Diagrama de dispersão
    • 2.6.5. Tecnologia de Produção Otimizada (OPT)
    • 2.7. Softwares específicos
    • 3. Produtividade Cálculos
    • 3.1. Fiação: eficiência produtiva, eficiência de máquina, consumo e produção
    • 3.2. Malharia: eficiência produtiva, eficiência de máquina, consumo e produção
    • 3.3. Tecelagem: eficiência produtiva, eficiência de máquina, consumo e produção
    • 3.4. Beneficiamento: eficiência produtiva, eficiência de máquina, consumo e produção
    • 4. Leiautes: definição e tipos
    • 5. Cronometragem: definição, instrumentos, tipos e unidades de medida
    • 6. Tipos de Manutenção: corretiva, preventiva, preditiva e manutenção produtiva total (TPM)
    • 7. Cronograma de Manutenção: periodicidade e alocação de recursos
    • 8. Lubrificação
    • 8.1. Tipos: automática e manual
    • 8.2. Lubrificantes: sólidos, pastosos e líquidos
    • 9. Plano de Controle da Qualidade: definição
    • 9.1. Parâmetros de tolerância
    • 9.2. Determinação de ensaios e testes, amostragem, corpos de prova, periodicidade, normas e procedimentos
  • ESTÁGIO SUPERVISIONADO / TCC
    • TCC:
    • 1. Acompanhamento do orientador
    • 1.1. Apresentação da estrutura do TCC e orientações gerais
    • 1.2. Análise da produção escrita
    • 1.3. Orientações finais
    • 1.4. Apresentação do TCC
    • 2. Produção Escrita
    • 2.1. Introdução
    • 2.2. Análise e delimitação do tema/problema de pesquisa
    • 2.3. Desenvolvimento da produção escrita
    • 2.4. Formatação final do TCC (capa, folha de rosto, folha da apresentação, sumário, etc)
    • 2.5. Versão final para entregar a banca avaliadora
    • 2.6. Ajustes no trabalho após a apresentação
    • ESTÁGIO SUPERVISIONADO
    • 1. Acompanhar (sob supervisão) o controle da produção
    • 2. Acompanhar (sob supervisão) o controle da qualidade nos laboratórios têxteis
    • 3. Acompanhar (sob supervisão) e auxiliar a operação das máquinas têxteis
    • 4. Auxiliar na manutenção de mecânica preventiva
    • 5. Acompanhar a supervisão na gestão de pessoal e de processos
    • 6. Acompanhar o desenvolvimento de novo produto
    • 7. Participar da elaboração da planilha de custos, da ficha técnica, do layout e do fluxograma do novo produto
    • 8. Participar da operação de pesagem de produtos químicos

Carga Horária

1540 Horas

Mais Informações

* Informamos que este curso só ocorrerá se for atingido o número mínimo de alunos por turma.
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright