telefone(85) 4009.6300

SENAI Ceará e Governo do Estado reabrem Central de Ventiladores Mecânicos e Equipamentos Respiratórios

22/03/2021 - 13h03

Com a segunda onda de infecções por coronavírus em todo o país, o Ceará enfrenta lotação em hospitais e leitos de UTI em todas as regiões do estado. Para reforçar o combate à pandemia e os cuidados com pacientes internados, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, orientou a reabertura da Central de Ventiladores Mecânicos e Equipamentos Respiratórios do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará). “A ideia é colaborar ainda mais nessa segunda onda da Covid-19 em nosso estado, empregando a força de trabalho e o conhecimento do Sistema FIEC”, disse o presidente.

Instalada em 2020, no SENAI Jacarecanga, a Central foi reaberta oficialmente hoje (19/3). O SENAI já começou a trabalhar no conserto dos dez primeiros equipamentos encaminhados pelo Governo do Estado. Com a diminuição dos casos, em setembro de 2020, o funcionamento da estrutura havia sido suspenso. Desde o último sábado (13/3), os profissionais do SENAI foram mobilizados para retomar esse trabalho. São 20 pessoas trabalhando diretamente nos consertos.

A Central será mantida em operação enquanto perdurar a atual situação de crise aguda da pandemia de Covid-19 no Ceará. O objetivo é ganhar velocidade, rapidez e dinamismo nos consertos, utilizando técnicas de Engenharia Reversa para produção de peças que faltam, entre outros métodos, evitando a demora da importação.

“Temos essa missão importante de salvar vidas porque hoje há necessidade urgente desses ventiladores. Vamos fazer o que é possível com velocidade e segurança e retornar rapidamente esses equipamentos para a população. Temos um diferencial aqui: fabricamos peças rapidamente nos laboratórios de usinagem CNC, em impressoras 3D e em microeletrônica”, explicou o Diretor Regional do SENAI Ceará. 

Para o Secretário Executivo da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Cláudio Frota, o dia de hoje marca a retomada da parceria exitosa entre a FIEC, por meio do SENAI, e o Governo do Estado, por meio da Sesa. “Nossa missão é aumentar os recursos disponíveis para abertura de leitos. Verificamos que a quantidade de equipamentos em pane está muito grande. Eles são de uso diário. Temos que ter uma ação permanente de recuperação, principalmente nesse momento em que vivemos”, ressaltou.

Presente também na reabertura da Central, o Superintendente da Escola de Saúde Pública (ESP), Marcelo Alcantara, ressaltou a importância do conserto dos ventiladores para a abertura de novos leitos nesse momento em que o sistema de saúde está sobrecarregado em todo o Brasil. “Os ventiladores mantém o organismo vivo enquanto o corpo se recupera dos problemas causados pelo vírus. É impossível cuidar de um paciente sem eles. Sem a manutenção, vários pacientes são prejudicados”.

A ação conta com apoio da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap).

Indo além da pandemia
O momento pede ações imediatas para o combate à Covid-19, mas o Governo do Estado e o SENAI estão de olho também no longo prazo. De acordo com Cláudio Frota, o Governo “não pretende mais interromper a parceria”. Segundo ele, está em formatação um projeto de capacitação e formação de técnicos em Engenharia Clínica, de recuperação e consultoria em equipamentos hospitalares.

A expertise do SENAI Ceará aumentou ainda mais após a abertura da Central, ainda em 2020, quando os técnicos da instituição receberam treinamento da Escola de Saúde Pública (ESP) e do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH). “Temos também condições de consertar outros tipos de equipamentos, como bombas de infusão, concentradores, monitores multiuso”, lembra o Diretor Regional do SENAI, Paulo André Holanda.

O SENAI prevê ainda a oferta do curso técnico em manutenção de aparelhos médicos hospitalares para maio, a depender da situação da pandemia no Estado. “Teremos a modalidade técnico e também de aperfeiçoamento e qualificação nessa área”, completou Paulo André Holanda. A Enel patrocinou a formatação dessas qualificações.

“Não podemos mais ser pegos de surpresa. Precisamos formar profissionais para esse trabalho. Existe uma escassez no Brasil e no mundo”, salientou o Superintendente da ESP, Marcelo Alcantara.

Saiba mais
Os respiradores mecânicos são essenciais no tratamento de doentes que apresentam sintomas graves da Covid-19, pois a Síndrome Respiratória Aguda Grave é um dos efeitos mais sérios da doença. Nacionalmente, os aparelhos estavam sem uso e foram restaurados graças à união de 28 instituições e empresas. A maioria dos equipamentos restaurados precisava de novas peças para voltar a operar.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright